Nuno Júdice recebeu o Prémio Literário António Gedeão

16/12/2016
Nuno Júdice recebeu distinção instituída pela FENPROF - Federação Nacional dos Professores - e apoiada pela SABSEG.

José Manuel Mendes, Paulo Sucena e Teresa Martins Marques, júri da edição de 2016, decidiu distinguir por unanimidade, o livro A Convergência dos Ventos, de Nuno Júdice (Dom Quixote, 2015).

A cerimónia de entrega do Prémio Literário António Gedeão ao escritor Nuno Júdice decorreu dia 15 de Dezembro no Espaço Galeria António Borges Coelho, sede do Sindicato dos Professores da Grande Lisboa/FENPROF.

Mário Nogueira, secretário Geral da FENPROF, presente no evento, teve oportunidade de dirigir uma breve saudação ao autor premiado, ao Júri desta edição e à SABSEG, representada por Carlos Martins. Segundo o representante da SABSEG "o apoio da empresa a esta iniciativa é uma forma de prestarmos o nosso tributo e o nosso reconhecimento pelo papel que o professor desempenha na sua atividade na Escola, na transmissão dos saberes, mas também nas comunidades em que está inserido e na sociedade em geral – neste caso concreto - através da escrita".

Este prémio tem como finalidade distinguir obras literárias, de poesia e ficção narrativa, em anos alternados, de professores no ativo ou aposentados, de qualquer grau de educação e de ensino, público ou privado, e também de docentes deslocados em outros serviços ou funções.