SABSEG E FENPROF entregam Prémio Literário a António Carlos Cortez pela obra Jaguar

17/12/2020
O Júri da edição de 2020 (quinta edição do prémio António Gedeão - poesia), composto por Paulo Sucena (Presidente), José Manuel Mendes e Paula Mendes Coelho, reuniu no dia 28 de setembro e decidiu, por unanimidade, distinguir o livro Jaguar (D. Quixote 2019), da autoria de António Carlos Cortez, com o Prémio de Poesia António Gedeão 2020.

A cerimónia de entrega do prémio pelas entidades promotoras ocorreu hoje, às 16h00 horas, no Auditório da Escola Secundária de Camões, em Lisboa, onde António Carlos Cortez é professor de Literatura Portuguesa e de Português.

A FENPROF assinala com satisfação que António Carlos Cortez, com esta obra inovadora, se vem juntar a nomes cimeiros da literatura portuguesa contemporânea na área da poesia, cujo prémio alterna com o Prémio Urbano Tavares Rodrigues, que foi ganho, por Ana Cristina Silva, em 2013; por Lídia Jorge, em 2015; por Isabela Figueiredo, em 2017 e por Luísa Costa Gomes, em 2019.

Carlos Martins, diretor-geral da SABSEG destaca " o papel da SABSEG no apoio à cultura nacional. A parceria entre a SABSEG e a FENPROF remonta há vários anos e não se limita à disponibilização das melhores soluções de proteção, nomeadamente no complemento ao serviço público de Saúde. Num momento em que as circunstâncias da pandemia levam a que muitas pessoas se isolem, prejudicando de forma dramática muitos dos protagonistas culturais, é também esta uma excelente oportunidade para reconhecer e valorizar o exemplo dos professores que têm assegurado a continuidade do processo educativo, onde ele é necessário: nas escolas. Mesmo durante o pico da pandemia estiveram na linha da frente, sujeitos a uma pressão e desgaste extremos mas respondendo, mais uma vez, PRESENTES!”.

O Prémio Literário António Gedeão, instituído pela Federação Nacional dos Professores – FENPROF, e patrocinado pela SABSEG – Corretor de Seguros, destina-se a galardoar uma obra de poesia em português e de autor português, publicada integralmente e em 1.ª edição no ano de 2019.

O valor deste prémio, a cujo concurso não são admitidas obras póstumas, é de € 7.500.00 (sete mil e quinhentos euros).